A General Motors do Brasil inaugurou em Joinville (SC) no dia 27/02/2013 uma das fábricas mais sustentáveis do mundo. De suas linhas industriais saem motores 1.0 e 1.4 litro e cabeçotes de alumínio. Sua capacidade instalada de produção é de 120 mil unidades de motores e 200 mil de cabeçotes por ano, destinados às fábricas da GM de Gravataí (RS) e Rosario (Argentina).

Com investimentos de R$ 350 milhões e previsão de faturamento anual de R$ 250 milhões, a nova fábrica é a primeira a implantar um conjunto de sistemas pioneiros na área de eficiência energética e proteção ao meio ambiente, com destaque para a energia fotovoltaica - gerada a partir da luz do sol -, reciclagem de água industrial por meio de osmose reversa e tratamento inédito de efluentes e esgotos por meio de jardins filtrantes.


As iniciativas, que fazem dela uma fábrica sustentável, incluem processos que a tornam uma das primeiras do Brasil a ter 100% dos resíduos industriais reciclados ("landfill free"). Pelo programa "Zero Aterro" todos os resíduos do processo produtivo serão reutilizados, reciclados ou coprocessados.

Os sistemas pioneiros nas áreas de eficiência energética e proteção ao meio ambiente credenciam a fábrica da GM em Joinville à certificação global do Leadership in Energy and Environmental Design – LEED -, que já está na fase de processo de obtenção. No Brasil o LEED é representado pela Green Building Council Brasil – GBC Brasil, ligada à US GBC (United States Green Building Council), mais importante organização global na avaliação de edifícios sustentáveis em termos de eficiência energética e proteção ao meio ambiente.

O evento de inauguração contou com as presenças de Jaime Ardila, presidente da GM América do Sul e GM do Brasil, Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil, Luiz Moan, diretor de Assuntos Institucionais da GM do Brasil, além de outros diretores da empresa. Também estiveram presentes João Raimundo Colombo, governador do estado de Santa Catarina, Udo Döhler, prefeito de Joinville, Luiz Henrique da Silveira, senador da República e ex-governador daquele estado, além de outras autoridades estaduais e municipais.

Projeto estratégico

A construção da nova fábrica de Joinville revela a importância estratégica que a região e o País possuem para o crescimento da GM no mundo. Jaime Ardila, presidente da GM América do Sul e da GM do Brasil, destaca a importância da nova unidade, necessária para atender a forte demanda do mercado brasileiro nos últimos anos e também às exportações.

"A nova fábrica em Joinville é uma das mais modernas da GM na América do Sul e no mundo, incorporando os mais avançados processos de tecnologia automotiva e de sustentabilidade. A produção de motores e componentes em Santa Catarina tem como objetivo ajudar a alavancar o crescimento da GM em toda a região, que ganhou mais importância ainda dentro da companhia com a criação da divisão GM América do Sul", afirma Ardila.

Para Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil, a escolha de Joinville para a implantação do novo projeto da companhia ocorreu em função de a cidade oferecer condições favoráveis à execução e desenvolvimento da iniciativa.

"Joinville possui excelente infraestrutura e mão-de-obra bastante qualificada, além de contar com a proximidade de cinco portos no estado de Santa Catarina, o que favorece e muito seu desempenho do ponto de vista estratégico de nossas operações", relata. Joinville está localizada a 530 quilômetros da cidade de São Paulo e a 600 quilômetros da cidade de Porto Alegre.

Ele acrescenta que a empresa "tem muito orgulho em implementar um conjunto de tecnologias inovadoras, que fazem parte de uma fábrica sustentável. A GM tem um compromisso muito forte com o meio ambiente. Isso faz parte do DNA da companhia".

Luiz Moan, diretor de Assuntos Institucionais da GM do Brasil, que participou da implantação do projeto desde a fase de prospecção e sua viabilização, destaca que "tivemos a melhor receptividade possível tanto do governo estadual de Santa Catarina, quanto da Prefeitura de Joinville. Sentimos essa disposição bastante favorável também da própria comunidade catarinense".

Fábrica sustentável e certificada

A nova unidade da GM ocupa uma área total de 500 mil metros quadrados sendo aproximadamente 30 mil metros quadrados utilizados nas instalações da fábrica propriamente dita e também suas facilidades auxiliares, incluindo pátios e áreas de estacionamento. Parte da área (200 mil metros quadrados) foi reservada para a preservação ambiental.

Assim como as demais unidades da empresa no Brasil, a unidade foi construída dentro dos mais avançados conceitos de sustentabilidade, em linha com a política mundial de preservação ao meio ambiente adotada pela GM. Todas estas condições foram acompanhadas de perto pelo Comitê de Sustentabilidade criado pela empresa em abril de 2011.

"O objetivo principal do nosso projeto em Joinville consiste em termos um processo construtivo que respeite o meio-ambiente e, por isso, a nova unidade incorpora um conjunto de sistemas pioneiros nas áreas de eficiência energética e de proteção ao meio ambiente", destaca José Eugenio Pinheiro, vice-presidente de Manufatura da GM América do Sul.

A fábrica da GM em Santa Catarina beneficiará o meio ambiente com 12,6% de redução total de energia em comparação à ASHRAE (American Society of Heating, Refrigerating and Air-Conditioning Engineers) - norma norte-americana que é referência mundial para sistemas de energia.

A GM deixará de emitir anualmente 119 toneladas de CO2, obterá uma redução de 20% no consumo de água potável e reutilizará 26.000 m3 por ano de água, volume equivalente ao abastecimento de 95 casas.

Dentre os inúmeros programas ambientais previstos para a unidade de Joinville destacam-se a Gestão ambiental ISO 14.001, gerenciamento químico, gerenciamento de resíduos, gerenciamento de efluentes líquidos, monitoramento de recursos hídricos e monitoramento dos níveis de ruído.

Fábrica eficiente e produtiva

Os motores produzidos na fábrica da GM em Joinville são os novos SPE/4 (Smart Performance Economy / 4 cylinders) 1.0 e 1.4 litro, que equipam os automóveis Chevrolet Onix (hatchback) e Prisma (sedã) – os dois modelos resultantes do Projeto Onix – o primeiro lançado em outubro de 2012 e o segundo nesta terça-feira (26/02/2013).

A fabrica tem uma capacidade instalada de 120 mil motores por ano e 200 mil cabeçotes por ano. "100% dos motores se destinam à unidade de Gravataí (RS) e, dos cabeçotes, 60% (120.000) se destinam aos próprios motores ali montados, enquanto 40% (80.000) vão para a fábrica da GM em Rosario, na Argentina".

O processo de manufatura de montagem dos motores tem uma linha paletizada automática, controle à prova de erros e 100% de controle eletrônico de torques. Já a usinagem dos cabeçotes conta com centros de usinagem CNC e flexibilidade para reconfiguração rápida de produtos.

O controle de qualidade conta com processo amparado pelo laboratório metrológico CMM e 100% de rastreabilidade de produção. O teste a frio dos motores não utiliza combustíveis e tem zero de emissões de gases e seus parâmetros são controlados por computadores.

Ainda na área da qualidade, para manter as rígidas tolerâncias nos processos de usinagem e montagem dos novos motores, todo o galpão industrial tem temperatura e umidade controlados.

Alinhado com o conceito de se buscar a máxima eficiência energética no uso de equipamentos, o sistema de ar-condicionado é 40% mais eficiente, enquanto o sistema de compressores de ar com variador de velocidade e secador por adsorção - seca o ar por reação físico-química - é 8% mais econômico.

O ambiente interior conta com luz natural e dimerização (controle automático do nível de luz artificial), monitoramento da qualidade de ar, além de controle de temperatura e umidade do ar.

Energia fotovoltaica, sistema inédito na indústria automobilística

João Sidney Fernandes, diretor de "Facilities" da GM América do Sul, destaca a energia fotovoltaica como um "exemplo de eficiência energética". O inédito sistema a ser implantado na unidade da GM em Joinville, prevê a instalação de 1.280 módulos fotovoltaicos e estes painéis ocuparão uma área de 2.115 metros quadrados, que gerará energia para o circuito de iluminação de toda a unidade industrial e também para as suas áreas administrativas. Não haverá integração com o processo produtivo. A energia gerada por este sistema equivale ao consumo de 285 casas, e evitará a geração de 10,5 toneladas de CO2 por ano.

O sistema de aquecimento solar na unidade de Joinville fornecerá 15.000 litros de água quente por dia, o equivalente ao consumo de 750 pessoas e suficiente para atender a 80 casas populares. A economia prevista por ano é de 8.800 m3 de gás natural – ou ainda, ou 7.190 Kg de GLP ou 96.100 kWh -, evitando a geração de 17,6 toneladas de CO2 por ano. Esta iniciativa suprirá as necessidades dos vestiários e cozinha.

Este sistema de aquecimento solar tem como principais vantagens os seguintes aspectos:
• O uso de combustíveis não renováveis é pequeno ou nulo
• O sol fornece um combustível de custo zero
• O aquecimento solar é sustentável e renovável
• Libera o uso da energia elétrica para outras utilizações mais nobres como iluminação e movimentação nos processos de produção
• A geração de CO2 durante a operação é nula ou mínima
• Pode ser usada tanto para indústria, comércio e em residências
• Pode ser instalado em áreas onde não exista energia elétrica

Jardins filtrantes

Outra iniciativa de uso racional de água é o sistema conhecido como "Wetland", considerado altamente sustentável no tratamento de esgotos por meio de jardins filtrantes, já que não utiliza produtos químicos. Na verdade, ele usa plantas para o tratamento e a vegetação é adaptada ao local e integrada à paisagem. Tem baixo consumo de energia, remove 90% dos poluentes, tem uma reduzida geração de resíduos sólidos.

Os jardins filtrantes ocuparão uma área de 1.300 m2 do total dos 3.500 m2 ocupados pelo sistema de tratamento de efluentes e gerará uma expressiva economia de energia elétrica – se comparado a uma instalação convencional de 124 MWh/ano – deixando de gerar 3,6 toneladas de CO2 por ano, além de o custo de implementação ser bem menor que uma convencional do mesmo porte.

Osmose reversa

Também no uso racional da água, a tecnologia de tratamento de água por Osmose Reversa produz uma água de excelente qualidade, muitas vezes superior à da água de origem, que permite aplicação industrial irrestrita, com baixa salinidade e condutividade e isenta de micro-organismos.

Ele permitirá o reuso de até 19.000 m3 por ano de água, evitando o consumo de água potável suficiente para abastecer o equivalente ao consumo de 70 casas populares. Portanto, será possível fornecer 100% do consumo de água não potável da fábrica de motores através do sistema. A água tratada com elevado teor de pureza será utilizada para fins não potáveis, como processo industrial, sanitários, irrigação, jardinagem e lavagem de pisos.

Outras preocupações ambientais na fase de construção

A GM adotou na implantação da fábrica em Joinville um conjunto amplo de iniciativas pioneiras.

Exemplos de algumas ações:

• Uso de materiais locais e reciclados (extraídos e manufaturados em um raio de 800 quilômetros da edificação) e madeira certificada
• Reciclagem de materiais e resíduos de alimentos
• Proteção de taludes e plantio de 720 árvores nativas
• Uso eficiente da água: torneiras e descargas de baixo fluxo e com sensor ou temporizador, reuso de água de chuva
• Sistema de drenagem do terreno
• Manutenção e proteção das áreas de preservação permanente
• Programa de monitoramento dos recursos hídricos superficiais
• Controle de poeira da obra e lava-rodas de veículos e coleta do resíduo da lavagem dos caminhões de concreto
• Acondicionamento de resíduos e produtos químicos e proteção contra vazamentos de químicos e áreas de contenção.

A General Motors Company e seus parceiros produzem veículos em 30 países e a empresa ocupa posição de liderança nos maiores mercados automotivos do mundo. As marcas da GM incluem Chevrolet e Cadillac, além de Baojun, Buick, GMC, Holden, Jiefang, Opel, Vauxhall e Wuling. Mais informações a respeito da empresa e suas subsidiárias, incluindo OnStar, um líder global em segurança veicular, proteção e serviços de informação, podem ser encontradas em http://www.gm.com

No Brasil a GM fabrica e comercializa veículos com a marca Chevrolet há 88 anos. Em 2012 a Chevrolet vendeu no país 642.649 veículos. A companhia tem três Complexos Industriais que produzem veículos em São Caetano do Sul e em São José dos Campos, ambos em São Paulo, além de Gravataí (RS). Conta ainda com unidades em Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados), Sorocaba (Centro Logístico Chevrolet) e Indaiatuba (Campo de Provas), todas em SP, além de um Centro Tecnológico, em São Caetano do Sul (SP), com capacidade para desenvolvimento completo de novos veículos. A subsidiária brasileira é um dos cinco centros mundiais na criação e desenvolvimento de veículos. Mais informações podem ser encontradas no site http://media.gm.com/brasil e Twiter: www.twitter.com/GMBPress
 
Novo índice de sustentabilidade da Dow Jones, tem como alvo os mercados emergentes
A Dow Jones lançou o que alega ser o primeiro índice de desempenho de sustentabilidade de empresas de mercados emergentes.
 
A Siemens iniciou a construção de dois projetos de 50MW PV localizadas no Cabo do Norte, África do Sul.
Um investimento de € 500 milhões (635 milhões dólares EUA)
 
Onze novas empresas com novas tecnologias para a solução de problemas sociais e ambientais partiram em uma viagem ao redor do mundo
Os empresários vão navegar 13 países
 
Toyota, planos para a reciclagem de baterias de seus carros híbridos com o Sistemas de Gestão de Energia.
Este sistema será útil na alimentação de reserva e pode controlar o consumo, armazenamento e descarga de energia eléctrica.
 
50 Empresas do Golfo reduzem voluntariamente o uso de energia e água
Uma série de empresas privadas em Dubai e outros emigrados, aderiram a uma iniciativa voluntária para reduzir o seu consumo de energia e água tiveram enorme sucesso, demonstrando que não é impossível fazê-lo.
 
Hewlett Packard - Banco de dados usado por quase três dezenas de fabricantes de automóveis para eliminar substâncias nocivas
A Hewlett Packard concordou em continuar o desenvolvimento de um banco de dados usado por quase três dezenas de fabricantes de automóveis para eliminar substâncias nocivas de suas cadeias de suprimentos automotivos.
 
A Electrolux foi incluída este ano no ranking Global das 100 empresas mais sustentáveis ​​do mundo
A empresa também foi nomeada pelo segundo ano consecutivo como líder do sector, na avaliação da sustentabilidade RobecoSAM 2013
 
O desenvolvimento sustentável em direção à Economia Verde é irreversível, segundo as empresas brasileiras
Empresas buscam atingir metas do ´Visão Brasil 2050´
 
Toyota e BMW, foco em tecnologia verde. Oportunidade única de levar a indústria para o futuro da mobilidade
Os fabricantes de veículos automotores Toyota e BMW estão trabalhando em conjunto para o desenvolvimento de tecnologia verde.
 
Pirelli - Pneus que economizam combustível
Sílica extraída da casca do arroz produz pneus menos poluentes
 
Diretrizes para uma economia verde no Brasil
O desafio encarado pela FBDS foi replicar esse tipo de trabalho para a realidade brasileira.
 
DELL - Reforma sustentável de embalagens
Nos últimos anos, a atitude das empresas está mudando quando se trata de priorizar iniciativas "verdes" e chamar a atenção para a sustentabilidade na cadeia de fornecimento.
 
A Coalizão Paperless - Google e Fujitsu participam da campanha para reduzir o uso de papel no escritório
Um conjunto de ferramentas on-line que pode reduzir a necessidade de documentos em papel no local de trabalho
 
SolarCity Implanta 156 MW em 2012 e bate o seu Plano de 2012
Melhor do que o esperado implantações solares em 2012 elevando o preço das ações.
 
Pequenos negócios adotam desenvolvimento sustentável
Centro Sebrae de Sustentabilidade fecha 2012 com balanço positivo e apresenta ações para o segmento
 
Aumenta em 50 o número de empresas que publicam relatório de sustentabilidade ou explicam por que não o fazem
Iniciativa Relate ou Explique da Bolsa facilita o acesso dos investidores a informações sobre negócios e sustentabilidade das companhias listadas
 
American Airlines e DFW Airport aliança sustentável para coordenar iniciativas ambientais
O programa norte-americano Fuel Smart, que começou em 2005, salvou mais de 700 milhão de galões de combustível de jato e eliminou 7 milhões de toneladas de emissões de CO2.
 
Oi vai construir parque industrial de R$ 10 milhões para reciclar eletrônicos
As novas fábricas atenderão a demanda da Oi e vão compor um parque industrial no Brasil capaz de processar resíduos de outras indústrias eletroeletrônicas
 
Rankings 2012 das empresas varejistas nos EUA
As empresas líderes estão integrando critérios ambientais nas suas cadeias de abastecimento importantes, através de programas de compras verdes, coleta de dados ambientais e scorecards fornecedores.
 
Hertz, Phillips, Kingfisher, Energia DONG, BASF e PepsiCo exemplos de modelos de negócios sustentáveis.
Relatório, produzido por Verdantix e publicado pela WWF-UK
 
Guia para Empresas ajuda na decisões de negócios sobre Produtos Florestais
O guia fornece uma visão geral das 10 questões-chave que sustentam os contratos, incluindo a gestão florestal; fornece uma visão geral de uma seleção de ferramentas, iniciativas e recursos adicionais, e esclarece e explica o labirinto de terminologia
 
Toshiba apresentou uma impressora multifuncional que pode apagar o papel para reutilizar até quatro vezes. 
Redução de 57 por cento no sistema total de CO 2 emissões.
 
Apple planeja dobrar a quantidade de células de combustível de Biogás na Carolina do Norte
Um aumento de 4,8 MW para 10MW
 
A Sharp estabelece novo recorde de eficiência de conversão de Células Solares do mundo - 37,7%
Instituto Nacional de Ciência Industrial Avançada e Tecnologia (AIST)
 
IBOPE recebe autorização da ONU para certificar projetos de crédito de carbono
A Organização das Nações Unidas (ONU) acaba de credenciar oficialmente o IBOPE Ambiental para validar, verificar e certificar projetos geradores de crédito de carbono.
 
Programa da Microsoft vai injetar US$ 75 milhões na África
Revelada no Fórum Global 2012, em Praga, a companhia anunciou a parceria com seis organizações humanitárias
 
Sabesp promove audiência sobre sustentabilidade e política institucional
Evento, que é gratuito, acontece no próximo dia 11 de dezembro
 
Projeto de manta sustentável para aterros sanitários-Prêmio Futuro Sustentável
Nossa proposta com esta iniciativa foi conscientizar os engenheiros que estão saindo para o mercado de trabalho sobre o decisivo papel que eles podem e devem desempenhar na construção de uma sociedade cada vez mais comprometida em preservar os recurs
 
BM&FBOVESPA divulga a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial
Número de empresas que autorizaram a abertura das respostas do questionário subiu de 8 para 14; processo de seleção das companhias passou a contar com a auditoria e asseguração da KPMG; valor de mercado sobre de 42,7% para 44,81%
 
Curitiba discute a sustentabilidade nas empresas
O papel da sustentabilidade nas empresas, técnicas de gestão sustentável, legislação, oportunidades do setor e energias renováveis
 
Uma Visão Estratégica para a responsabilidade Social
As mudanças de conceitos culturais, sociais e políticos fizeram com que as organizações olhassem de um ponto de vista mais estratégico a ambientalização de sua empresa dentro da sociedade.
 
Uvaia – Uma rede social de consumo sustentável
Uma rede social de consumo sustentável, pioneira e inédita no mundo. Ela foi desenvolvida e patenteada por um grupo de empreendedores brasileiros, cujo porta-voz da Uvaia, Lucas Ribeiro, um de seus idealizadores.
 
Leroy Merlin recebe Prêmio TOP Anamaco 2012 de Sustentabilidade
Rede conquista reconhecimento em nova categoria pela Revista da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção
 
TOP 10: conheça as empresas de tecnologia mais sustentáveis do mundo em 2012
Avaliar as iniciativas que as principais empresas de tecnologia têm empregado para mitigar o impacto dos seus produtos. Este é o principal objetivo do Guia de Eletrônicos Verdes, publicado anualmente pela organização não-governamental Greenpeace
 
Moto relâmpago movida a energia solar, define novo recorde de velocidade para motos de produção em 189 MPH
Trabalhando com tecnologia solar, a empresa SMA América, e o piloto veterano Jim Hoogerhyde, conseguram atingir uma velocidade impressionante de 189,086 mph.
 
Puma está pronta para lançar linha de roupas esportivas reciclável e biodegradáveis
Ter roupas recicláveis ​​e biodegradáveis ​​em seu guarda-roupa pode, por vezes, significar o comprometimento da qualidade, mas os fornecedores sportswear multinacionais Puma pensaram em uma forma inteligente de fazer a sua no
 
Software da Virgin Atlantic economiza combustível e corta a emissão de 92 mil toneladas de carbono
O software monitora 300 pontos diferentes a cada vôo para ver onde o combustível pode ser usado de forma mais eficiente.
 
Honda diminui o tamanho do novo veículo elétrico (EV) para a cidade
O protótipo Honda Commuter Micro 2013 foi revelado em Tóquio, simbolizando o início de uma nova fase no desenvolvimento da fabricante japonesa de veículos elétricos(EV).
 
Turbinas eólicas geram energia alternativa no campo do Philadelphia Eagles
14 turbinas eólicas tranformam o campo do Philadelphia Eagles no mais ecologicamente correto de toda NFL.
 
Empresa inglesa quer parceria com Itaipu para desenvolver veículo elétrico global
A ideia é transformar o Brasil em um centro de referência para o desenvolvimento de veículos elétricos ou híbridos
 
Empresa desenvolve primeira escova de dente biodegradável do país
Unir a sustentabilidade com eficiência era a vontade do CEO da Dr.Veit Produtos Oral Care, Avelino Veit, quando resolveu criar uma escova de dentes biodegradável, mas que realmente fortalecesse os dentes, sem prejudicar o meio-ambiente.
 
Marks & Spencer vai usar a energia a partir de resíduos de alimentos
M & S assinou um acordo com uma empresa de gestão de resíduos para converter o seu desperdício de alimentos em eletricidade.
 
Volkswagen implanta projeto de sustentabilidade auxiliada por software e reduz emissões
A montadora implantou o software de gerenciamento de sustentabilidade SoFi e de análise do ciclo de vida no processo industrial GaBi, ambos da fabricante alemã PE International.
 
Um aplicativo para dizer se há ingredientes geneticamente modificados em sua comida
Não há leis que dizem que as empresas têm de mostrar se estão usando ingredientes geneticamente modificados.
 
Hope lança linha de lingerie sustentável
Com Juliana Paes como garota-propaganda, a Hope lançou sua primeira linha de lingerie dentro dos padrões ecologicamente corretos.
 
Coca-cola e a Investe São Paulo anunciam a construção da maior fábrica mundial de produção de biomeg
O principal ingrediente das embalagens PlantBottle – primeira garrafa PET reciclável feita parcialmente de origem vegetal.
 
Sustentabilidade Empresarial, em números
Quem está acima, Quem esta abaixo, Quem se importa?
 
Petrobras integra Índice Dow Jones de Sustentabilidade pelo sétimo ano seguido
A estatal brasileira recebeu, pela sexta vez, a nota máxima no critério "transparência"
 
Itaúsa e o Itaú Unibanco compõem novamente o Dow Jones Sustainability World Index 2012/2013 (DJSI)
A nova carteira é composta por 340 empresas de 30 países das Américas, Europa, Ásia, África e Oceania, das quais apenas 9 empresas brasileiras, incluindo a Redecard S.A. e a Duratex S.A.
 
Water Discus Hotels
Deep Ocean Technology anuncia planos para construir cadeia mundial de "Water Discus Hotels"
 
Aprovada redução de carga tributária para produtos feitos com material reciclado
Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou proposta de emenda à Constituição (PEC) que elimina impostos de produtos feitos com material reciclado ou reaproveitado
 
Bayer expõe programa para construções sustentáveis durante Greenbuilding Brasil
A Bayer lidera uma “cadeia verde”, composta por representantes de todas as etapas do processo de construção
 
Empresas brasileiras reduzem nível de emissão de gases
Divulgado no relatório do Programa Brasileiro do Protocolo PGH, divulgado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (GVces).
 
Aditivo ao Protocolo Verde dará mais efetividade aos princípios de sustentabilidade
Protocolo Verde aos termos dos Princípios para a Sustentabilidade em Seguros (PSI, sigla em inglês), será criada uma comissão especial para propor ações e acompanhar sua consecução.
 
BRIQUETE É USADO COMO FONTE DE ENERGIA SUSTENTÁVEL
O material é feito a partir de biomassas como a casca de arroz, bagaço e sementes de uva, bagaço de cana, serragem de pinus e de eucalipto, casca de babaçu e de café, resíduos de couro e de casca de amendoim.
       
Uma das fábricas mais sustentáveis do mundo. Investimentos na unidade foram de R$ 350 milhões
 
Por:CARLOS A. PEREIRA DE SOUZA
Fonte:segs
Data:28/02/2013
 
GM inaugura a fábrica sustentável de Joinville (SC)