As desigualdades sociais, que funcionam como barreira para o desenvolvimento do conhecimento e da ciência, mas que também se materializam em desafios para a sustentabilidade do planeta, vão ocupar lugar central nos debates do Fórum Mundial de Ciência, que ocorre em novembro, no Rio de Janeiro. Cientistas de todo o mundo, entre eles estrelas premiadas com o Nobel – como o médico japonês Shinya Yamanaka, que descobriu que células-tronco adultas podiam ser reprogramadas e voltar a ter características semelhantes às embrionárias – vão tentar desvendar os caminhos para um mundo mais aberto ao crescimento da ciência e do conhecimento. Na tese dos cientistas, a redução das desigualdades é o grande passo para inovar.

Durante três dias, eles vão tentar montar um quebra-cabeças em que as peças são questões complexas, como a erradicação da pobreza e o uso adequado dos recursos naturais, equações ainda abertas no mundo, com soluções que desafiam os governos, e o pensamento, das ciências exatas às humanidades. Desde 1999, o Fórum Mundial vem debatendo questões relevantes para alavancar a ciência nos continentes.

Esta será a primeira vez que pesquisadores vão apontar soluções para os desafios do planeta fora de Budapeste, na Hungria. Desde que foi criado, o encontro ocorre na cidade europeia, e a vinda do debate para o Brasil é motivo de orgulho e responsabilidade. “O fórum sempre aborda diferentes temas de caráter global. Ao final teremos uma declaração bem objetiva com as diretrizes propostas durante o encontro no Brasil”, diz Jacob Palis, presidente da Academia Brasileira de Ciência (ABC) que, juntamente com a Academia de Ciências da Hungria npromove o fórum, que conta ainda com a participação de outras entidades internacionais e nacionais, como a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Para preparar a comunidade científica, sociedade civil organizada e a população para o Fórum Mundial de Ciência estão ocorrendo pré-conferências em todo o país. Em março é a vez de Recife (PE), e em maio a sessão será em Porto Alegre (RS). Na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) a pré-conferência ocorreu no fim do ano passado. As conclusões de todos os encontros serão reunidas em um documento único levado ao fórum. Na conferência de Belo Horizonte os cientistas debateram os reflexos da crise financeira mundial em países europeus e nos Estados Unidos na produção científica. Marisa Cotta Mancini, pró-reitora adjunta de Pesquisa da UFMG, aponta outros temas que fizeram parte da pré-conferência em Minas, como a produção de alimentos nos trópicos e a preservação dos recursos hídricos, passando pelo desenvolvimento urbano sustentável, educação e aceso ao conhecimento até a ética na ciência.

A vinda do evento para o Brasil é um reconhecimento do trabalho desenvolvido pela América Latina e um bom sinal para a região, que tem o desafio de vencer problemas antigos. Resultados de investimentos feitos na pesquisa, o Brasil mostra como a ciência pode contribuir positivamente para o desenvolvimento das nações. O país se destaca em setores como a indústria aeronáutica, tecnologias para a exploração do petróleo, produção do etanol, e avanços importantes nas ciências agrárias, doenças tropicais, medicina e odontologia. “Nossa ciência é recente, mas temos polos de excelência em todo o país”, observa a presidente da SBPC, Helena Nader.

BOM DESEMPENHO

O Brasil atingiu sua meta de reduzir pela metade a pobreza até 2015. A população que vive em média com R$ 70 ao mês caiu de 25% em 1990 para 4,8% em 2008. Segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no ano passado o percentual da população brasileira vivendo na pobreza era de 3,4% dos cerca de 190 milhões de brasileiros. Mundialmente a meta também foi alcançada. Segundo relatório do Banco Mundial, houve uma redução absoluta e relativa da extrema pobreza no mundo. Em 1981, existiam quase dois bilhões de pessoas vivendo com menos de US$ 1,25 ao dia nos países em desenvolvimento, representando 52,2% da população. Em 2008, o percentual era de 22,4% da população dos países em desenvolvimento, e a estimativa é de que esse percentual caia para perto de 15% até 2015.

Na esteira da redução da pobreza, a SBPC considera que a produção científica brasileira também avançou nas últimas décadas, se destacando com excelência em áreas como doenças tropicais, odontologia, medicina e também nas ciências agrárias para produção de alimentos. Dados do Tratado de Cooperação em Patentes (PCT, na sigla em inglês), mostram que o Brasil se posiciona na 24ª posição no ranking de pedidos de patentes, atrás de outros Brics: a China (4º lugar), a Índia (17º lugar) e Rússia (21º lugar). Os Estados Unidos permanecem sendo o país que mais solicita patentes, seguido por Japão e Alemanha.

Este ano, como resultado do avanço da ciência e inovação, o país está no campo para colher mais uma safra recorde. No ano passado foram 162,1 milhões de toneladas e a projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística é de que em 2013 o percentual cresça 9,9%.

CONSUMO GERA MAIS LIXO

Ainda assim, o avanço nos índices de educação e qualidade de vida das populações não só do país, mas do mundo, continuam a ocorrer de forma desigual e desordenada. Os níveis de consumo também são distintos, ameaçando todo o globo. “Poucos ainda acreditam que a interferência do homem na sustentabilidade do planeta seja tangencial”, observa Helena Nader. Prova disso é um relatório do Banco Mundial que indica que o lixo produzido pelas populações urbanas aumentará 70% até 2025 e os custos do tratamento dos resíduos sólidos urbanos deverão aumentar.

De acordo com o estudo, a quantidade de resíduos sólidos urbanos subirá do atual 1,3 milhão de toneladas por ano para 2,2 milhões de toneladas/ano, um aumento provocado sobretudo pelas cidades em rápido crescimento nos países em desenvolvimento. Os dados constam do relatório “Que desperdício: uma revisão global de gestão de resíduos sólidos”, publicado ano passado. Os países desenvolvidos figuram entre os maiores produtores mundiais de lixo. A liderança é dos Estados Unidos. A concentração da pobreza provoca níveis desiguais de desenvolvimento econômico, trazendo um ciclo negativo de baixos investimentos na ciência e na educação. “Os indicadores da ciência também são desiguais, com grande concentração das tecnologias nos países ricos, conhecidos como Primeiro Mundo”, observa Helena.

Para os cientistas, quando as desigualdades são vencidas a ciência tem mais chances de deslanchar. Por aqui, Helena cita como exemplo a grande parcela da população que ainda convive com a falta de saneamento básico. O fórum vai abordar desde questões elementares, como o abastecimento de água e esgoto para as populações, até discussões recentes, como o uso renovável das florestas. “É preciso que se crie uma condição especial de política pública para construir essas urbanizações, da mesma forma que se criaram condições especiais para a construção dos estádios que vão sediar os jogos da Copa do Mundo”, acrescenta ela.

Jacob Palis reforça o caráter global dos temas do fórum, que vão focar a ciência como caminho para inovação e sustentabilidade. Para Helena Nader, a ciência deste século tem como característica o desenvolvido entrelaçado do conhecimento entre as humanidades, biológicas, exatas e as ciências tecnológicas, e por isso todas as áreas terão representantes no fórum.

O secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Luiz Antonio Elias, defende que o programa Ciência sem Fronteiras – que busca a expansão e internacionalização do conhecimento oferecendo bolsas para brasileiros no exterior e para estrangeiros estudarem aqui – tem contribuído para a criação de laboratórios de ponta em todo o país, incluindo as regiões do Norte e Nordeste, desenvolvendo a ciência inclusiva, em uma espécie de círculo virtuoso. “Nas regiões de floresta a biodiversidade é um agente integrador, onde a floresta em pé contribui para a valoração da biodiversidade que traz o desenvolvimento.”

Para este ano, segundo Elias, a pasta de Ciência e Tecnologia terá garantido um orçamento sem cortes de R$ 4,4 bilhões. Ele aponta que a articulação dos estados brasileiros também vem crescendo, com recursos para pesquisas. Em 2006, a verba dos estados que era de R$ 1,2 bilhão, saltou para R$ 2 bilhões este ano. Desse percentual, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) fica com aproximadamente R$ 900 milhões e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais
 
Programa de Cidades Digitais será incluído no PAC
Além disso, o governo destinou mais R$ 100 milhões para o projeto, que poderá contemplar mais 200 cidades este ano.
 
Solução promete economia de até 60% da conta de energia elétrica na TI
Solução de gerenciamento de consumo de eletricidade identifica padrões e faz computadores trabalharem com o mínimo de ociosidade
 
ONU quer energia sustentável para todos até 2024
Mais de 1,3 bilhão de pessoas em todo o mundo ainda não têm eletricidade, e mais de 2,6 bilhões dependem de biomassa para cozinhar e se aquecer.
 
Bloomberg confirma queda nos investimentos em energias limpas
Segundo a BNEF, US$ 268,7 bilhões foram investidos em energias limpas no ano passado, uma redução de 11% se comparado com 2011.
 
Cientistas revisam previsão do aquecimento global
O Met Office, o centro nacional de meteorologia britânico, revisou uma de suas previsões sobre o quanto o mundo ficará mais quente nos próximos anos.
 
Espanha tem a maior construção com materiais reciclados do mundo
O projeto foi idealizado pelo Departamento de Meio Ambiente do Governo de Granada com a proposta de sensibilizar a população local sobre o cuidado com os resíduos pós-consumo.
 
Estudo mostra economia e meio ambiente em rota de colisão
Entre cinco maiores riscos citados tanto pelo impacto como pela probabilidade estão os desequilíbrios fiscais crônicos e a escassez no abastecimento de água.
 
Empresa inova no maior centro mundial de reciclagem de alumínio
Alumínio e reciclagem de rolamento da empresa Novelis, recentemente inaugurou uma reciclagem de alumínio $ 250 milhões e lançou o centro em sua fábrica em Nachterstedt, Alemanha.
 
Brasil integra a Plataforma Internacional de Biodiversidade
País terá acesso à infraestrutura e à tecnologia para o compartilhamento de dados que contribuirão com a gestão da biodiversidade brasileira
 
Produção de energia solar na Alemanha bate recorde em 2012
O investimento na adoção de uma matriz energética renovável vai pesar no bolso do consumidor alemão
 
Setor de óleos lubrificantes faz acordo com Ministério para reciclagem das embalagens plásticas
Izabella Teixeira diz que as empresas serão monitoradas pelo Ministério do Meio Ambiente por meio de um sistema online.
 
Um número crescente de bolsas de valores ao redor do mundo estão exigindo relatórios de sustentabilidade.
Além de obrigatoriedade de relatórios de sustentabilidade, as bolsas de valores estão trabalhando no sentido de reduzir seus impactos ambientais.
 
Volume de dados digitais em 2020 deve equivaler ao peso de 424 porta-aviões
Até 2020, o universo digital alcançará 40 ZB, um valor que supera em 14% as projeções anteriores.
 
Combustível Sustentável feito de ar e água
Os pesquisadores dizem que a gasolina não contém elementos prejudiciais como o enxofre
 
Chasing ice
James Balog, mostra como suas fotos podem contar a verdade sobre a mudança climática no mundo, em um poderoso e novo filme chamado Chasing Ice.
 
Conferência do Clima estende Protocolo de Quioto até 2020
Apesar de garantir que o segundo período de compromissos do único tratado climático internacional começará em janeiro de 2013, evento foi marcado pela falta de ambição
 
Atlas Amazônia sob Pressão: 240 mil km2 desmatados em 10 anos
O Atlas está focado em 6 pressões e ameaças atuais que sofre a região: estradas, petróleo e gás, hidrelétricas, mineração, fogo e desmatamento
 
Desmatamento e código florestal fazem Brasil despencar em ranking do clima
Da 7ª para a 33ª posição no ranking de países que adotam medidas para combater as mudanças climáticas.
 
O primeiro vôo movido a energia solar sem escalas ao redor do mundo com o Avião Solar Impulse
O avião, o Solar Impulse, foi concebido por Bertrand Piccard, que foi a primeira pessoa a viajar pelo mundo sem escalas em um balão de volta em 1999.
 
SolerCool-Pesquisadores americanos desenvolvem uma unidade de armazenamento de alimentos com energia solar para a India
O recipiente tem um telhado de painel solar que fornece energia para o interior fresco.
 
A Conferência Mundial de Telecomunicações Internacionais, que se realiza em Dubai, elevou temores em todo o mundo de que a liberdade na internet esteja ameaçada.
Para o especialista Wolfgang Kleinwächter, o risco de divisão da internet em redes nacionais existe.
 
Parques eólicos perto de aeroportos serão possíveis com o radar holográfico da Aveillant
O radar permite diferenciar turbinas de aviões das turbinas eólicas próximas aos aeroportos.
 
Vida urbana: especialistas apostam na tecnologia da informação
As estimativas são da Organização das Nações Unidas (ONU). Todos os dias, cerca de 200 mil pessoas passam a morar em áreas urbanas em todo mundo.
 
Clima de incerteza marca Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas
Segundo observadores que acompanham os debates desde o primeiro dia, o clima de incerteza toma conta dos corredores da conferência.
 
China, Índia e Brasil emitiram mais gás carbônico em 2011, diz pesquisa
Pesquisadores na Grã-Bretanha indicam que China e Índia contribuíram bastante para que o mundo aumentasse em 3,5% as emissões de gás carbônico no ano passado.
 
Impasses e insatisfação marcam primeira semana da COP 18
Países em desenvolvimento e nações industrializadas ainda não conseguiram superar diferenças e nenhuma linha de negociação tem o que apresentar de avanço concreto na Conferência do Clima das Nações Unidas
 
Suécia importa lixo para manter geração de energia limpa
As autoridades suecas também não descartam a ideia de comprar o lixo produzido por países que têm dificuldade no tratamento. A Itália, por exemplo
 
Novo modelo climático Revela "influência humana perceptível"
Novo modelo climático, comparando 20 diferentes modelos de computadores para observações de satélite.
 
A Fiat apresenta seu modelo elétrico 500e 2013 no Salão do Automóvel de Los Angeles!
O novo carro 500e é alimentado por um motor elétrico de 111 cavalos de potência e uma bateria de 24 kWh de lítio-íon
 
Brasileiro desenvolve projeto de prédio autossustentável
Pesquisador desenvolveu metodologia para a criação de prédios autossustentáveis
 
Minicom lança programa de capacitação em TICs
O desafio dos próximos anos é universalizar o acesso à Internet.
 
Como os dados de tecnologia aberta estão transformando relatórios ambientais
Para os jornalistas ambientais ao redor do mundo, a falta de acesso a dados sobre as questões dos oceanos para saneamento pode tornar difícil a informar com precisão sobre projetos e políticas.Mas a tecnologia esta mudando o jogo.
 
Brasil não está preparado para os impactos das mudanças climáticas
Especialistas dizem que país não tem planejamento estratégico para minimizar os efeitos em setores como agricultura, energia e migração regional. Pesquisa mostra o Brasil como o 58º em vulnerabilidade.
 
O início da construção de primeira Fazenda Solar da Arábia Saudita no próximo ano, parte do investimento 109bn
O objetivo que já foi afirmado pela Arábia Saudita é de produzir 41.000 MW de energia solar à rede nacional até 2032.
 
Degelo de solo no hemisfério Norte pode liberar o dobro de carbono na atmosfera
Estudo do Pnuma aponta que liberação de carbono contido na matéria orgânica congelada no permafrost pode amplificar aquecimento global
 
Conferência do Clima das Nações Unidas começa no Catar
A COP 18 precisa definir o futuro do Protocolo de Quioto, estabelecer os fundamentos do próximo tratado climático, estruturar o financiamento de ações de adaptação às consequências do aquecimento global e acelerar a transferência de tecnologias limpa
 
A Ação Climática é a única maneira de acabar com a pobreza, diz Relatório do Banco Mundial
"Nós nunca vamos acabar com a pobreza se não combatermos as alterações climáticas. É um dos maiores desafios individuais para a justiça social de hoje. "
 
Brasil e Holanda assinam acordo de cooperação ambiental
Com a assinatura de uma carta de intenções, os dois países se comprometem a trocar conhecimentos sobre gestão de resíduos e reaproveitamento de lixo
 
Governo Federal lança campanha Brasil Orgânico e Sustentável
Objetivo é promover os produtos sustentáveis da agricultura familiar brasileira durante megaeventos esportivos
 
Bosch e Siemens seguem fora do projeto de energia renovável "Desertec"
A notícia chegou logo após a outra gigante industrial Siemens pronunciar que estava deixando Desertec também, no mês passado.
 
SP2040 traça diretrizes de longo prazo para orientar desenvolvimento sustentável da cidade
Plano, que envolveu mais de 25 mil paulistanos em colaboração direta e por meio de consultas públicas, propõe seis projetos catalisadores – Rios Vivos, Parques Urbanos, Comunidades, Cidade de 30 Minutos, Polos de Oportunidades e Cidade Aberta – para
 
China apresenta resultados de ações para lidar com as mudanças climáticas
O governo chinês divulgou nesta quarta-feira (21) o relatório Políticas e ações para lidar com as mudanças climáticas 2012.
 
Coca-Cola Brasil investirá quase R$ 23 milhões em programas para conservar a floresta
O anúncio está sendo feito durante solenidade na sede da FAS, em Manaus, com a presença do Vice-Presidente de Comunicação e Sustentabilidade da Coca-Cola Brasil, Marco Simões, e do superintendente-geral da Fundação, Virgilio Viana.
 
Estufas gigantes ganham prêmio mundial de arquitetura
Quem é apaixonado por paisagismo e arquitetura não pode deixar de conhecer as megaestufas construídas em Singapura para tornar a cidade mais verde.
 
Exposição Multimídia Amazônia Sustentável é um dos atrativos do Amazontech 2012
Segundo a coordenadora da Exposição Multimídia, Rejane Reis, a exposição apresenta contextos ecológicos, etnias, processo de ocupação, evolução histórica do desenvolvimento econômico e processos produtivos, destacando as oportunidades de uso sustentá
 
Brasil recicla 2,1 milhões de latinhas de alumínio por hora
Em 2011, país bateu recorde de reciclagem de latinhas de alumínio, reaproveitando 98,3% das embalagens de bebidas.
 
Mitigação e adaptação igualmente crítico para a segurança alimentar global
Dois novos relatórios sobre as alterações climáticas e ao fornecimento de alimentos indicam, entre outras coisas, que mais de 18 mil megatons de dióxido de carbono são liberadas na atmosfera anualmente pela agricultura e produção de alimentos.
 
Quadro regulamentar para o armazenamento de carbono
Palestrantes pediram uma mudança para o novo processo de utilização de carvão para minimizar o impacto ambiental
 
Matupi torna-se o principal pólo de devastação do Amazonas
É difícil respirar em Santo Antônio do Matupi, distrito localizado às margens da Rodovia BR-230, a Transamazônica, no município de Manicoré, ao sul do Amazonas.
 
Espanhol defende prioridade para as notícias na internet
O futuro modelo sustentável adotado pelas empresas de comunicação e a relação entre imprensa e sustentabilidade são destaques nos painéis e debates promovidos pela 68ª Assembleia Geral da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP).
 
Escassez de água vai atingir 10 bacias mundiais
O relatório da ONU, publicado recentemente, não traz boas notícias, no que toca ao tema da água.
 
União Europeia monitorará emissões do setor marítimo
A União Europeia (UE) vem sofrendo críticas dos mais diversos países, incluindo Brasil, China e Estados Unidos, desde que anunciou que vai incluir, a partir do ano que vem, empresas aéreas internacionais que utilizem os aeroportos europeus no seu esq
 
O Governo do Vietnã estabeleceu uma iniciativa verde, um esforço para ajudar a reduzir as emissões de gases de efeito estufa.
Relatórios afirmam Vietnã é o primeiro país em desenvolvimento na região da Ásia-Pacífico para criar de forma independente a sua própria estratégia verde, com o objetivo de mudar para uma economia de baixo carbono.
 
Nova "LISTA VERDE" mostra espécies no Caminho para o Sucesso Conservação
O objetivo da "Lista Verde" é destacar as espécies que são partes prósperas de um ecossistema saudável e vai enfatizar que a conservação é mais do que apenas evitar a extinção.
 
Comunidade Indígena, Tingui Botó recebe ações de desenvolvimento sustentável
Formada por 120 famílias a comunidade indígena Tingui Botó, localizada na Zona Rural de Feira Grande, conheceu as ações de desenvolvimento sustentável
 
Coreanos constroem protótipo de casa com mais de 95 soluções sustentáveis
A intenção é que a residência sirva de modelo para construções ecológicas no futuro.
 
A contribuição da Índia na luta contra o aquecimento global
A Índia é uma das economias que mais crescem na Ásia e também uma das que mais contribuem na luta contra as mudanças climáticas, investindo em energia eólica e no uso de pequenos sistemas solares.
 
23 usinas e 74 reatores nucleares têm risco de tsunami
Mais do que as usinas de Fukushima, eles colocaram abaixo a confiança que restava na energia nuclear.
 
Projeto Brasil Orgânico e Sustentável é apresentado na Bahia
A campanha pretende levar esses produtos para as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.
 
Um lápis que se planta e dá vegetais, ervas e flores
Quando está demasiado curto, este lápis pode ser plantado em casa, no escritório ou na sala de aula
       
Esta será a primeira vez que pesquisadores vão apontar soluções para os desafios do planeta fora de Budapeste, na Hungria.
 
Por:Marinella Castro
Fonte:em
Data:02/02/2013
 
Brasil sediará Fórum Mundial de Ciência em busca de sustentabilidade