A Petrobras foi selecionada para integrar o Dow Jones Sustainability Index (DJSI) pelo sétimo ano consecutivo, o mais importante índice mundial de sustentabilidade, que avalia as melhores práticas de gestão social, ambiental e econômica no mundo.

A estatal brasileira recebeu, pela sexta vez, a nota máxima no critério "transparência" e também foi considerada benchmark nos critérios "combustíveis mais limpos" e "políticas e sistemas de gestão ambiental".
A Petrobras se destacou especialmente na dimensão ambiental, estando entre as maiores notas do setor. A dimensão social também teve boa performance com destaque para os quesitos: "relacionamento com partes interessadas", "impacto social nas comunidades" e "práticas trabalhistas e direitos humanos" .
Nesta edição, 340 empresas de 30 países participam do índice em 58 setores da indústria, sendo 26 empresas no setor de petróleo e gás. Aproximadamente US$ 6 bilhões são investidos em fundos que se baseiam em empresas do índice DJSI.
"A permanência no índice reflete o empenho da Petrobras em alinhar seu crescimento ao desenvolvimento sustentável, minimizando e mitigando o impacto de suas atividades no meio ambiente e reforçando seu compromisso com a sociedade e seus acionistas", destaca a empresa, em nota.
Em 7 de agosto, o EcoD noticiou que os investimentos e gastos operacionais em proteção ambiental da Petrobras em 2011 foram de R$ 2,7 bilhões, incluindo projetos de gestão ambiental na operação e patrocínio a projetos externos. O valor representa um acréscimo de 12% em relação ao ano anterior, segundo o Relatório de Sustentabilidade da companhia.
 
Itaúsa e o Itaú Unibanco compõem novamente o Dow Jones Sustainability World Index 2012/2013 (DJSI)
A nova carteira é composta por 340 empresas de 30 países das Américas, Europa, Ásia, África e Oceania, das quais apenas 9 empresas brasileiras, incluindo a Redecard S.A. e a Duratex S.A.
 
Water Discus Hotels
Deep Ocean Technology anuncia planos para construir cadeia mundial de "Water Discus Hotels"
 
Aprovada redução de carga tributária para produtos feitos com material reciclado
Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou proposta de emenda à Constituição (PEC) que elimina impostos de produtos feitos com material reciclado ou reaproveitado
 
Bayer expõe programa para construções sustentáveis durante Greenbuilding Brasil
A Bayer lidera uma “cadeia verde”, composta por representantes de todas as etapas do processo de construção
 
Empresas brasileiras reduzem nível de emissão de gases
Divulgado no relatório do Programa Brasileiro do Protocolo PGH, divulgado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (GVces).
 
Aditivo ao Protocolo Verde dará mais efetividade aos princípios de sustentabilidade
Protocolo Verde aos termos dos Princípios para a Sustentabilidade em Seguros (PSI, sigla em inglês), será criada uma comissão especial para propor ações e acompanhar sua consecução.
 
BRIQUETE É USADO COMO FONTE DE ENERGIA SUSTENTÁVEL
O material é feito a partir de biomassas como a casca de arroz, bagaço e sementes de uva, bagaço de cana, serragem de pinus e de eucalipto, casca de babaçu e de café, resíduos de couro e de casca de amendoim.
       
A estatal brasileira recebeu, pela sexta vez, a nota máxima no critério "transparência"
 
Por:
Fonte: Ecodesenvolvimento
Data:
 
Petrobras integra Índice Dow Jones de Sustentabilidade pelo sétimo ano seguido